Resenha

Resenha: Tristão e Isolda

segunda-feira, março 03, 2014 Imperio Das series e livros 1 Comments


Meu coração ainda se atreve a desejar,
 e minha vontade ainda ousa uma esperança.

O livro conta sobre Tristão que recebera esse nome de sua mãe - que logo morreu - por ter nascido em um tempo muito triste, seu pai o rei logo depois de sua mãe morreu também e ele fora criado por um velho amigo de seu pai Rohalt o qual ficou com a missão de esconder Tristão entre seus próprios filhos para garantir sua segurança sem contar a ninguém sobre sua verdadeira origem. Com apenas 12 anos, se mete em uma encrenca daquelas, ele vai atrás de seu mestre Gorvenal - que o treinava para ser um cavaleiro - em um navio norueguês e ao entrar em uma briga, acaba ficando preso ali junto com Gorvenal. Bom depois de muito, conseguiram sair do navio, foram deixados na terra vizinha onde o rei era tio de Tristão, o rei Mark. Tristão acaba ficando com seu tio depois disso, ao completar 18 anos fora enviado como um cavaleiro a um combate contra um gigante e não acabou nada bem, mas algo bom isso o levou, o levou até Isolda que cuidou dele. Muita coisa acontecem a Tristão ao lado de Isolda, muitas aventuras, com dragões,  poções, e pior ainda, Isolda e seu tio Mark com casamento marcado. Eles nunca deixaram de se amar, o problema é que "foi necessário" que ela fizesse isso, porém ali haviam espiões fofoqueiros que acabaram contando ao rei sobre os amantes e a descoberta acabou em celas e masmorras e pior ainda, casamentos indesejáveis. Se eu falar mais do que isso a vocês estarei contando literalmente todo o livro, oque posso adiantar a vocês é que o livro é meio que Romeu e Julieta, eles fizeram o possível para ficar juntos, aquele amor que um não suporta a perda do outro mas o final? Acaba surpreendendo a todos! 

O sol estava ardente, ambos ficaram com sede e pediram de beber. A serva procurou o que lhes trazer e achou o frasco confiado a Brangien pela mãe de Isolda. "Achei vinho!", disse-lhes ela. Mas não era vinho: era paixão, era a cruel alegria e a angústia sem fim, era a morte.
Senhor porque não li esse livro em 2011 assim que eu ganhei? Impossível não amar a história de Tristão e Isolda, a autora Helena Gomes fez um livro com mistura de várias das versões de antigos livros de Tristão e Isolda e deixou o livro mágico e fantástico. O livro me levou a ver também a Ópera Tristão e Isolda de Richard Wagner (video abaixo) e a querer assistir a versão do filme que saiu a pouco tempo. A verdade é que Tristão e Isolda tem várias adaptações, eles eram escritos para os reis que adoravam "ouvir" histórias e dizem as lendas que a história tem um pouco de realidade, não duvido muito, o amor além da magia é bem real. Um amor com problemas. Um livro com belas ilustrações, para quem gosta de livros de época, romance, amantes de Shakespeare com certeza vai amar esse livro. E só um aviso, quando legarem a ultima guerra que ele vai e Isolda fica doente, peguem lenços porque vai chorar muito! Imaginem a cena de um ser sentada no sofá, a mãe assistindo o desfile do Rio e eu chorando com o bendito livro, beijos para quem também chora em finais de livros, sendo tristes ou não!


You Might Also Like

Um comentário:

  1. Esse Livrooo <3 Para Mim é mais emocionante e Dramático do Que Romeu e Julieta! Uma Historia Linda *-*

    ResponderExcluir