Resenha,

Resenha: Riverdale

sábado, abril 08, 2017 Imperio Das series e livros 0 Comments



            

“ ̶ Nossa história é sobre uma cidade, uma pequena cidade e todas as pessoas que vivem nela. De longe, é como todas as outras cidades ao redor do mundo. Segura, decente, inocente. Porém, chegue mais perto e começará a ver o que está escondido nas sombras. O nome da nossa cidade é Riverdale.”
Riverdale é uma adaptação dos HQs também conhecidos como “A Turma do Archie” lançado por volta dos anos 60. E por mais que a adaptação tenha forte inspiração nos quadrinhos, ela é situada nos dias atuais trazendo consigo algumas referências dos anos 90. Essa série trás alguém muito querido envolvido na produção; Greg Berlanti (o responsável por eu não ter vida social) para você que não reconheceu o nome de primeira Greg está nas produções de: Flash, Arrow, Supergirl, Legends Of Tomorrow entre outras; quer mais? A série vem do canal estadunidense CW, lugar que deu vida a: The Vampire Diaries , The Secret Circle, Hellcats, Supernatural, resumindo, a maioria das séries fascinantes vieram de lá.
Como muitas séries do gênero, o gancho da história é um assassinato: Jason Blossom, um dons gêmeos da família Blossom foi assassinado durante o verão, dia 4 de Julho; em uma cidade grande, a morte do belo garoto ruivo seria apenas uma estatística, mas estamos falando de Riverdale, uma cidade pequena, a morte de Jason afeta cada morador da cidade de maneira direta, ou indireta.
Archie Andrews é um jovem promissor, está no time de futebol, é um cara bonito, e apaixonado por música; o rapaz está determinado a não seguir os passos do pai e sair de Riverdale, enxergando na música uma porta para isso. Mas Archie esconde segredos que podem dizer muito a respeito da morte de Jason. Archie tem uma melhor amiga chamada Betty Cooper(Lili Reinhart) que é a filha perfeita de uma família turbulenta; Betty precisa lidar com uma mãe controladora que esconde verdades da filha sobre sua irmã Polly.  ̶  Polly é Tida pelos moradores de Riverdale como “louca”, mas a vida de Archie e Betty muda completamente ao conhecerem a jovem rica Veronica Lodge(Camila Mendes) que se muda com sua mãe para a pequena cidade após seu pai ter sido preso; dando inicio então ao tema mais querido pelos espectadores da CW, o triângulo amoroso.
Betty cresceu com Archie e Veronica de inicio é visto como alguém perigosa para Betty, já que Archie instantaneamente é hipnotizado pelo charme da garota da cidade grande, mas logo Veronica se revela uma aliada de Betty Cooper e uma concorrente de peso para abelha rainha da escola de Riverdale:
Cheryl Blossom(Madelaine Petsch) é irmã gêmea de Jason, além de ser a rainha do drama nas horas vagas. Ela está altamente determinada a descobrir quem matou seu irmão, como é mencionado na série, Cheryl está tão conectada ao seu irmão Jason mesmo com sua morte,como esteve em vida. Mas até onde é contado, Cheryl foi a ultima a ver Jason no dia 4 de julho.

Riverdale,apresenta muitas abordagens diferentes em um mesmo episódio, onde é possível enxergar as temáticas bem comuns e muito amadas nos dramas teen : Homossexualidade, jogadores bonitões, abelhas rainhas, pessoas toscas que praticam bullyng e como determinado personagem reage diante essas situações, romance, e no caso de Riverdale uma pitada extra de suspense. A cada episodio da série você imagina um assassino diferente de Jason, já que todas personagens são profundamente estruturadas, e cada um de seus segredos bem escondidos passam a ideia de que eles sabem muito mais sobre a morte de Jason do que contam ao xerife da cidade.

Quando eu assisti o primeiro episódio me conectei profundamente com o personagem Jughead Jones (Cole Sprouse) que de uma maneira estranha narra a história, e na série é visto que Jug está escrevendo um livro sobre o assassinato de Jason Blossom; antes das aulas retornarem, Jug e Archie, que outrora foram amigos, estavam tendo problemas para reatar esse laço de amizade por farpas entre famílias ̶ mas os garotos resolvem isso quando um segredo é descoberto. Jug é um personagem chave na trama, me atrevo dizer que é até o braço direito de Archie.

Não minto ao dizer que Riverdale conquistou meu coração e me roubou noites tranquilas de sono pois possuí todo aquele suspense de Pretty Little Liars e aquela ansiedade pelo próximo episódio para ficarmos mais próximos de descobrir o assassino; ̶ tendo um detalhe em contraste: o corpo de Jason é encontrado, então o menino bonito está bem morto, mesmo. E tem um lado sombrio que eu adoro: Em Riverdale não temos mocinhos e vilões, qualquer personagem pode assumir os dois papéis (o que deixa o drama mais real, já que ninguém é de todo bem, não é mesmo?). Não restam dúvidas: Riverdale chegou para ficar. E a segunda temporada da série já foi confirmada! A produção chegou dia 27 de Janeiro nos EUA, e dia 13 de Fevereiro no Brasil pelo canal Warner Bros. Sendo exibida no canal toda Segunda-Feira ás 21:40 e reprisada todo domingo pela manhã após Supergirl.
Se você já assistiu Riverdale, quem é seu principal suspeito de matar Jason Blossom?


0 comentários: